Casa da Gente: Obras do condomínio Granja Disco avançam em Areal

Casa da Gente: Obras do condomínio Granja Disco avançam em Areal

max lemos
max lemos

As obras de infraestrutura do condomínio Granja Disco, em Areal, seguem a todo vapor. O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Infraestrutura e Obras, já concluiu cerca de 20% das intervenções que vão garantir a entrega de 153 unidades habitacionais iniciadas em 2016. As ações fazem parte do Casa da Gente, maior programa habitacional do estado, e visam sanar os passivos da tragédia na Região Serrana.

Com investimento de R$ 6,8 milhões, as melhorias incluem drenagem e pavimentação da via de acesso, com extensão de 800 metros; contenção de encostas; construção de Estação de Tratamento de Esgoto (ETE); e implementação de dois reservatórios de 100 metros cúbicos de água, cada. Até o momento, já foram concluídas as etapas de drenagem, assentamento e recobrimento de manilhas e estrutura da contenção de encostas (que nos próximos dias receberá jateamento de concreto). Na próxima quinzena, os agentes darão início à colocação de piso intertravado para o calçamento.

 

De acordo com o secretário de Infraestrutura e Obras, Max Lemos, a infraestrutura garante não apenas a habitabilidade da região, mas também futuros investimentos em equipamentos sociais para o condomínio. “Estamos cumprindo uma determinação do governador Claudio Castro de concluir essas obras. São anos de espera para quase 200 famílias vítimas das chuvas e que agora terão a chave da casa própria em mãos. Nossa previsão é entregar tudo aos moradores no início do segundo semestre. Além das casas, essas obras viabilizam a instalação de comércios e serviços, além da chegada de equipamentos sociais. O Casa da Gente será um grande motor de transformação, com a melhoria da qualidade de vida da população, criação de postos de trabalho e a geração de renda para os fluminenses”, afirmou Max Lemos.

 

Uma das futuras moradoras do Conjunto é a professora Marilene Morelli (40). A docente esteve presente na cerimônia de assinatura da ordem de início das obras e não escondeu a esperança de finalmente ter em mãos a chave da casa própria. “Perdi minha casa, minha mãe e meu irmão também perderam a deles, e nesse período venho morando de aluguel. Sempre passo por aqui a caminho do trabalho e chorava vendo o abandono que tomou conta do lugar. Sabemos que é difícil, mas agora estou com uma sensação muito boa, porque o governo se aproximou muito da gente. Já estou planejando a decoração, os móveis, os quartos das minhas filhas, algo que elas nunca tiveram. Casa própria é dignidade”, declarou a educadora, que faz parte da Comissão de Vítimas da Tragédia da Região Serrana.

 

Casa da Gente

O programa Casa da Gente, que faz parte do Pacto-RJ, prevê a construção de unidades habitacionais, reforma e urbanização de comunidades carentes. A previsão é que sejam entregues 50 mil novas unidades nos próximos cinco anos. Até 2022, serão construídos 5 mil imóveis.

Fonte: SEINFRA