Comissões da Alerj discutem privatização do setor elétrico

Comissões da Alerj discutem privatização do setor elétrico

Max Lemos
Max Lemos

As Comissões de Ciência e Tecnologia e de Minas e Energia da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) realizarão nesta sexta-feira (13/11), às 10h, no Plenário da Casa Legislativa, a audiência pública “Privatização do Sistema Elétrico Brasileiro”.

O objetivo dos parlamentares é chamar atenção da sociedade para o papel estratégico do setor.De acordo com o presidente da Comissão de Ciência e Tecnologia Waldeck Carneiro (PT), a audiência pública relança um esforço de resistência coletiva de setores do parlamento fluminense, dos movimentos sociais e de especialistas que entendem a importância fundamental da energia elétrica e querem barrar a proposta de privatização do sistema elétrico brasileiro.

 

 

“Queremos criar condições para resistir a essa proposta nociva aos interesses do país. Na mesma linha do governo anterior, o governo atual pauta, com centralidade, a privatização do sistema elétrico brasileiro. O Rio de Janeiro precisa ficar atento porque sedia muitas empresas nesta área e essas privatizações geram demissões em massa, aumentando o desemprego “,

ressalta o parlamentar, lembrando que as privatizações também podem acarretar o aumento das tarifas de energia elétrica. O presidente da Comissão de Minas e Energia, Max Lemos (MDB), corrobora a importância estratégica dessa área para o país.

“Falar em privatizar o setor elétrico e o patrimônio do povo brasileiro, sem um amplo debate, não é viável. Procuraremos, na audiência, conhecer as informações, de que forma poderá ser feita essa privatização e entender a questão econômica”,

afirmou o deputado.