Max Lemos participa de audiência pública

Max Lemos participa de audiência pública

E cobra providências à Supervia sobre retirada de 40 composições do sistema ferroviário

A iniciativa da Supervia em retirar 40 composições de circulação do sistema ferroviário fluminense, a partir da última segunda-feira (18/11), prejudicou o dia a dia de muitos passageiros que utilizam os trens no Estado do Rio de Janeiro. Segundo a empresa administradora do serviço, as composições, de origem chinesa, apresentaram problemas no sistema de tração. O deputado Max Lemos (MDB) membro efetivo da Comissão Especial da Região Metropolitana participou, na manhã desta quinta-feira (21), da audiência pública em conjunto com a Comissão de Transportes para cobrar respostas e buscar soluções a medida.

“Esta situação vem gerando transtornos e alterando a rotina de milhares de trabalhadores do nosso estado, desde o começo da semana. Recebemos o secretário de Estado de Transportes, Delmo Pinho, o Conselheiro Presidente da Agetransp, Murilo Provençano, e o Gerente de Manutenção da Supervia, Silmar Cavalieri. Eles explicaram que a retirada dos trens foi necessária por causa de problemas em série detectados nas caixas de tração (engrenagem que transmite energia do motor para eixo e rodas) e que os mesmos ainda estão na fase de garantia de fábrica”,

disse o deputado. Segundo ele, durante a audiência pública, as autoridades responsáveis se comprometeram em apresentar um calendário para o restabelecimento do serviço.

Retorno de 17 vagões

Max Lemos declarou que a Supervia retornará com o funcionamento de 17 dos 40 vagões até o próximo domingo (24).

“Até o dia o dia 30, mais 6 composições, totalizando 23. E até o dia 17 de janeiro, todos voltarão a circular normalmente. Que o calendário de solução seja cumprido e que não aconteçam novos absurdos do tipo, afinal temos milhares de pessoas pagando uma parcela de sacrifício que não esperava da noite para o dia”,

ressaltou o deputado.

A retirada de 40 composições de circulação do sistema ferroviário de passageiros alterou a rotina dos passageiros. Desde segunda-feira os ramais de Gramacho, Japeri, Santa Cruz e Saracuruna ficaram com intervalos maiores do que o habitual. Já no ramal de Deodoro, os usuários estão viajando em apenas quatro composições.